Pular para o conteúdo principal

O que a Globo, liderando a mídia, quer que você acredite.



Caro amigo virtual.

O que a Globo e a mídia quer que você acredite.

Em primeiro lugar, acho que a Mídia vai tentar lhe convencer que Temer, o caridoso, só estava com peninha da família de Eduardo Cunha quando disse o que disse sobre a mesada de 400 mil por semana a Funaro para manter ele e Cunha “em silêncio”, fora um residual de 5 milhões. Como se os milhões do casal Eduardo e Cláudia tivesse realmente sido transferido para outra dimensão e desaparecido do planeta terra. Tadinhos, né?
Se essa conversa para manter Temer na presidência não colar, e acho difícil que cole, Temer vai cair. É o mais provável. E se ocorrer à queda de Temer, a Mídia vai tentar convencê-los que deveremos respeitar a Constituição assim como está pregando Fernando Henrique Cardoso, aquele ex-presidente que, em sua trajetória, nunca respeitou a Constituição ou o próprio país. Lembre-se da compra de votos para reeleição? Ele, FHC, não respeitou a Constituição quando comprou votos para mudar o prazo máximo de governo para o cargo de Presidente da República de quatro para oito anos. Assim como o Congresso, o Supremo Tribunal Federal e a Mídia não a respeitaram para tirar Dilma Rousseff do cargo de Presidente eleita. Eles deram um jeitinho de interpretar a Constituição de modo a cassar mais de 40 milhões de votos e acabar com a vontade soberana do povo que elegera Dilma Rousseff. 
A Constituição, a lei básica de nosso país, que o STF amassou e jogou fora para colocar essa turma que é acusada de ser o maior grupo de corruptos que já assumiu o governo brasileiro em todos os tempos e que quer, a todo custo, se manter lá.
Nós não podemos deixar.  
Bem, vamos pensar juntos: segundo essa Constituição, que ninguém respeita, quem assumiria no caso da cassação de Temer seria o presidente da Câmara. Sim. Seria. Não é, porque o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, está sendo investigado pelo STF e não poderá assumir nem interinamente a Presidência. Restaria, então, pela mesma Constituição, o presidente do Senado para assumir. Só que Eunício Oliveira, presidente do Senado, também não poderá assumir pelo mesmo motivo de Rodrigo Maia. Ambos são suspeitos de corrupção, ambos fazem parte da mesma máfia de Aécio e Temer. Então, só sobra a digníssima, Vossa Excelência, Sra Carmen Lúcia, presidente do STF.
Vale lembrar que, por simples coincidência, Carmen Lucia é a Juíza que deveria ter defendido nossa Constituição quando inventaram de rasgá-la para retirar  Dilma Rousseff e colocar nosso país nessa esdrúxula situação de ter um grupo de corruptos na liderança de cada poder: Câmara, Senado e Executivo. Quero dizer suspeitos, perdoem: suspeitos de corrupção.
Repare que  há três presidentes envolvidos em uma suja quadrilha vinculada estreitamente com a Corrupção e com o travamento das investigações do Lava Jato. Supostamente, como dizem os jornais. 
Bem. A Mídia quer colocar Vossa Excelência Carmen Lúcia como presidente interina e colocar o Congresso, isso mesmo que você entendeu, o Congresso para eleger o Presidente. Veja se não é surreal: a Câmara elegeu um investigado por corrupção como Presidente, o Senado elegeu outro investigado por corrupção, e, ambos estão intimamente ligados a Temer, Aécio Neves e a corrupção denunciada com fartas provas por Joesley Batista da JBS. É esse Congresso que eles querem que elejam o Presidente? Esse Congresso que lutou para tirar de vocês trabalhadores direitos essenciais para uma vida com mínimo de dignidade. Um Congresso que queria, para agradar alguns bancos, levá-los a trabalhar até a beira da morte.
Vou repetir, é esse congresso que eles querem para eleger o próximo presidente do poder Executivo. Não é engraçado?
A Globo, veículo que lidera o oligopólio de mídia no Brasil, só quer defender os ganhos de uma ínfima minoria de plutocratas onde seus proprietários se aconchegam enquanto lutam apoiando os lobbys que só querem retirar direitos duramente conquistados dos trabalhadores.
Hoje mesmo, o Estadão, jornal do oligopólio citado, despudoradamente, tenta nos convencer que deveríamos colocar como nosso presidente Henrique Meirelles. É. Meirelles, o ministro da fazenda de Temer que, em 2012, assumira o conselho de administração J&F, holding que controla a JBS, a mesma empresa que está confessando seu envolvimento no pagamento da propina a Eduardo Cunha e que Michel Temer pediu para manter calado. É isso mesmo que você leu. Parece piada, mas não é. Eles querem manter o desemprego, a recessão e o arrocho que só interessa aos rentistas, banqueiros e ao oligopólio da mídia. Eles acreditam que você é UM ZUMBI ou um TREMENDO IDIOTA para acreditar nos sofismas que usam para lhe enganar.
Compadre, o Brasil só tem uma saída. Eleições diretas já.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Secretária. Lit. Axé.

A Secretária.


          Gosto de ser franco. Confundem-me como rude. Diz meu filho que sou sutil como um rinoceronte. Talvez o seja, não sei bem. Outros me afirmam que até meus elogios são ácidos.  Não sei dourar a pílula. Não uso eufemismos. Digo a verdade e a ingratidão da verdade não me ofende. E tudo para mim é muito substancial. Eu disse você é bela, como Caymmi disse: “o Abaeté tem uma lagoa escura, arrodeada de areia branca”, assim, simples. E ela agradeceu. E eu disse que ela não precisava me agradecer e sim aos pais dela ou a Deus. E eu concluí a frase dizendo com a mesma simplicidade: sua a beleza não é mérito seu, e completei: são os genes. E o riso fácil dela se apagou. Ela me olhou com desdém, talvez pensasse: “quem ele pensa que é?” Eu disse talvez pensasse, não tenho a capacidade de ler mentes. E perguntei se eu a ofendi, ela disse não, não senhor... E eu me calei. Bebi o último gole da dose do conhaque no copo. Imaginei pelo uso da palavra senhor uma formal maneira de t…

O Machista.

O machista.
Findando um tedioso dia de trabalho, Rubens, ao checar seus e-mail, encontrou  convite para um “happy-hour” no bar que costumeiramente frequentava. De imediato confirmou presença, desligou o micro e foi ao bar tentando imaginar o que o amigo de infância e cunhado desejava. Ao chegar, por se sentir um freqüentador prestigiado no bar escolhido, solicitou: — Boa noite, Joel. Tudo bem, Dona Helena? A senhora pode pedir a “Jacaré” para me servir na mesa de sempre? Dona Helena, prestativa, respondeu eperguntou. — Claro! Quer que mande servir o carneiro?  Mais tarde. Estou aguardando um amigo. Por enquanto, só quero uma dose do “Velho Oito”. Peça a Jacaré que a leve pura, estilo “cow-boy”. Rubens caminhou em direção a mesa ao fundo do bar, junto ao sanitário feminino, como fazia costumeiramente nas noites de sexta-feira após concluir o dia de trabalho. Em poucos minutos, com a dose servida, ele observa a chegada de Pedro Ivo. Notou pelo terno que o amigo também viera direto do escritó…

A Dura Lei dos Homens

“C’est lá dure loi des hommes Se gander intact malgré Los guerres et la misere Malgré lês dangers de mort.” P. Eluard
Jantara bem, o carro saíra da oficina em boas condições, nenhum mal entendido com os amigos apenas fora algo desagradável a leviandade daquele jovem na livraria. Ele insistira em condenar Rilke sem qualquer motivo sério, limitando-se a citar alguns trechos de Cartas a um Jovem Poeta. Contudo, bem analisada as coisas, aquilo era desculpável. O rapazinho mal iniciara suas atividades como crítico – obtendo, aqui e ali, alguns êxitos – mas já se acreditava um pequeno gênio de província, graças aos elogios fáceis que ia recebendo. Não discutira, claro. Ouvira-o, a princípio com desdém, depois com tolerância . O silêncio geral fora, sem dúvida, a melhor resposta. Afinal, um incidente sem importância, destituído de força suficiente para intranqüilizá-lo. Dosou o cálice de cointreau, ajeitou-se no divã e ligou a radiola. Ouvia uma seleção de Ives Montand quando os policiais invadira…